Tradução: Iran Filho

(Rascunho. Revisado à luz dos comentários de Chris e Jeffery. Revisões e desenvolvimentos adicionais - especialmente o suporte para as premissas - estão por vir.)

Portanto, aqui está um esboço de outro argumento na mesma linha de vários outros sobre os quais escrevi recentemente:

A ideia básica é que o teísmo clássico implica que, se houver alguma mente criada, então pelo menos uma dessas mentes foi criada sem materiais anteriores. Agora, se o dualismo de substância for verdadeiro, então as mentes são objetos concretos. Mas nenhum objeto concreto pode ser criado sem coisas ou coisas prévias. Portanto, se o dualismo de substância é verdadeiro, então o teísmo clássico é falso.

Para tornar o raciocínio mais concreto, vamos apenas nos concentrar em uma mente - uma do mundo real. Em particular, deixe 'a mente de Adão' denotar a primeira mente humana finita a vir à existência. Então, podemos colocar o raciocínio na forma padrão da seguinte forma:

1. Se o dualismo de substância for verdadeiro, então todas as mentes finitas são objetos concretos finitos.
2. A mente de Adão é uma mente finita.
-------------------------------------------------- --------------------------------------
3. Portanto, se o dualismo de substância é verdadeiro, então a mente de Adão é um objeto concreto finito.
4. Todos os objetos concretos finitos são criados a partir de coisas ou coisas anteriores.
-------------------------------------------------- --------------------------------------
5. Portanto, se o dualismo de substância for verdadeiro, então a mente de Adão foi finalmente criada
de coisas ou coisas anteriores.
6. O teísmo clássico só é verdadeiro se a mente finita de Adão não foi criada
de coisas ou coisas anteriores.
-------------------------------------------------- --------------------------------------
7. Portanto, o dualismo de substância só é verdadeiro se o teísmo clássico for falso. [1]

Nota:
[1] Prova: Seja: ‘D’ = ”dualismo de substância é verdadeiro”; ‘Mx’ = ‘x é uma mente finita; ‘Ox’ = ‘x é um objeto concreto finito’; ‘Cx’ = ‘x é finalmente criado a partir de coisas ou coisas anteriores’; ‘T’ = ‘teísmo clássico é verdadeiro’; e deixe 'a' denotar a mente de Adão - a primeira mente humana finita. Então nós temos:

1. D -> (x) (Mx -> Boi) Premissa
2. Premissa Ma
3. (x) (Ox -> Cx) Premissa
4. Premissa T -> ~ Ca
5. D Suposição
6. (x) (Mx -> Ox) 1,5 MP
7. Ma -> Oa 6 UQE
8. Oa -> Ca 3 UQE
9. Ma -> Ca 7,8 HS
10. Ca 2,9 MP
11. ~ T v ~ Ca 4 IMPL
12. ~~ Ca 10 DN
13. ~ T, 12 DS
14. D -> ~ T 5-13 CP

Comentário(s)

Fique a vontade para comentar em nosso artigo!

Pedimos apenas que seja respeitoso(a), comentários desrespeitosos serão excluídos.

Você pode comentar usando sua conta do Google, nome+URL ou de forma anônima

Postagem Anterior Próxima Postagem